Jovens desaparecidos são encontrados em rio na BA

"Os corpos dos cinco universitários desaparecidos há uma semana depois de saírem do Espírito Santo com destino à Bahia já foram resgatados dentro do Rio Mucuri, próximo à cidade homônima, e encaminhados ao Instituto Médico Legal de Teixeira de Freitas, ainda na Bahia, na madrugada desta quarta-feira (25). A ação foi concluída por volta das 3h, quando policiais e Bombeiros puxaram o veículo, localizado por volta das 20h, com o auxílio de um guincho."
O acidente comoveu todo o Brasil, mas não podemos fazer mais nada, a polícia e o bombeiro fez um trabalho ótimo! O que podemos fazer é consolar as famílias dos jovens que morreram de uma forma trágica!
Foto das malas encontradas dos jovens!

Jornal!

Viva La Vida...

Já é tempo de férias, viagens, e ai mora o perigo, não deixem seus familiares, ou até vocês mesmos dirigirem bêbados  ou sem cinto, e se tiver criança usa a cadeirinha, para a sua própria segurança, vamos evitar acidentes nesse tempo de festas, natal, ano novo, não queremos sofrer por acidentes que podem ser evitados, e por fim um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo! :D
Maria Vitória Rodrigues

Medo de dirigir!

Oi galera, esse post é para quem está aprendendo a dirigir, são dicas pra quem tem, perder o medo de dirigir, eu fiz esse post inspirada na minha mãe, que tem carteira à + de 5 anos e até hoje não dirige porque tem medo. Então, aí estão algumas dicas para que precisa:



1 - Comece a dirigir em locais mais calmos, com pouco trânsito.
 
2 - Ande inicialmente com seu pai, mãe, amigo. Alguém que lhe traga confiança. 

3 - Se quem está tentando lhe ensinar é nervoso, procure outro professor. 

4 - Tenha calma e não faça nada no desespero ou com pressa. Siga todos os passos ensinados na auto-escola. 

5 - Não pare de praticar, a pratica leva a perfeição e assim aos poucos você acaba perdendo o medo de dirigir.

6 - No começo, escolha um ou dois trajetos. Isto evitará ansiedade. 

7 - Marque em sua agenda, pelo menos duas vezes por semana para praticar o exercício de dirigir. Esta prática deve ser considerada como 
uma tarefa do dia-a-dia. O hábito diário fará você adquirir confiança. 

8 - Quando se sentir confiante, inicie trajetos maiores ou que tenham subidas e uma maior quantidade de veículos. 

9 - Não se assuste com os sintomas da ansiedade que se manifestarão no seu corpo: tremedeira, taquicardia, transpiração. Elas tenderão a diminuir. 

10 - Dirija inicialmente para você. Não tente provar nada para os outros. Isto diminuirá as expectativas sobre você e baixará a ansiedade. 

11- Tenha autoconfiança, tente esquecer do seu medo na hora de dirigir.

12- Dirija por você e pelos outros. Assim você tomará o máximo de cuidado no transito e evitará problemas.

13- No início, tente procurar locais isolados ou com pouco movimento, até se sentir mais confiante.

14- Saia para dirigir na cidade em períodos/dias de menor movimento.


15- Se você notar que nenhuma das dicas acima serviram para você, procure um profissional para orientá-lo psicologicamente. 
 Fonte: site acidez mental
 Danielle Sobral- 8ºano T1

DIREÇÃO + BEBIDA= CONSEQUÊNCIAS GRAVES


Propagandas

Obs.:Clique na foto, para obter uma melhor visualização!
Apesar de serem tão fortes, é a realidade, bebida + direção = morte!
Se previna, proteja você, mas não apenas você, também aquelas vidas que podem ser tiradas com um acidente!

#Reflita

Use o cinto de segurança!

Depoimentos!

Com o projeto Viva La Vida, tivemos a chance de ter uma noção do quanto o trânsito está presente em nossas vidas, recebemos diversos depoimentos de alunos que sofreram ou têm familiares que sofreram algum acidente de trânsito!

Renan Pinheiro Ronconi -13 anos
"Meu pai estava voltando do trabalho e estava dando carona a uma amiga. Ele foi ultrapassar um caminhão pela contra mão e bateu de frente com outro caminhão. Ele ficou uma semana em coma."
Barbara Camila-13 anos
"Meu tio estava de moto e ele se desequilibrou bateu  cabeça no meio fio. Eu nunca cheguei a conhecê-lo."
Gabriella de Souza-13 anos
"A tia da minha mãe tava digirindo e numa curva o carro capotou. Ela passou um mês no hospital."
Anderson Rodrigues-13 anos
"Minha mãe estava grávida de mim, quando um carro ultrapassou o sinal vermelho . Por muito pouco o pior não aconteceu."
Júlia Kristine- 12 anos
"Eu estava no carro com minha mãe, meu tio, minha tia que estava grávida e o meu irmão. Chovia e um motorista aparentemente embriagado veio pela contra-mão. Se o meu tio não tivesse freiado o pior poderia ter acontecido."
Isabela Rodrigues-13 anos
"Um amigo meu estava viajando com a família dele, quando um caminhão veio pela contra-mão e bateu no carro dele, que capotou.Todos saíram em segurança, mas ele perdeu mais da metade da massa encefálica. Ele ficou um tempo no hospital, mas não houve melhora nenhuma e depois de um mês desligaram os aparelhos. Eu chorei muito, ele era como um irmão pra mim."
Maria Eduarda Possato-13 anos
"Meu tio e minha tia estavam voltando de viagem eles passaram em uma rotatória e um outro carro os imprensou e a perna da minha tia foi esmagada. Ela fez 16 cirurgias pra tentar recuperar a perna, mas até hoje não conseguiu e isso aconteceu à seis anos atrás."





Austrália!

Sem palavras!

Colaborador!

Agradecemos a colaboração do Grupo Bridi Madeiras, uma empresa que contribui com a segurança e paz no trânsito!

Programações!


Jornal!

Nosso projeto está crescendo cada vez mais, estão todos de parabéns! Nesta manhã de 21 de novembro, aparecemos no jornal A Gazeta, queremos agradecer o jornal, e também a todos os alunos que contribuem todos os dias mais e mais para esse sonho se realizar! Parabéns! E não se esqueçam, dia 25 é o nosso grande evento, teremos palestras pela manhã, e a partir de 11:00 começaremos o nosso trabalho nas ruas!

Noções de primeiros socorros no trânsito.





Todos sabemos é importante a prevenção contra acidentes de trânsito ,é isso que estamos aprendendo  com este projeto ,mas eu pensei que seria legal fazer uma postagem sobre primeiros socorros ,o que devemos fazer ,como pensar no caso de acontecer algum acidente ,estamos tentando prevenir ,ajudar as pessoas a se conscientizar sobre isso ,como não dirigir embriagado entre muitas outras situações em que se deve ter muita atenção ,mas o caso é que mesmo com toda a sua prevenção pode acontecer ,então aqui começa uma postagem sobre primeiros socorros no trânsito.
O primeiro de tudo a chamar uma ambulância e esperar.
Se for você o culpado pelo acidente não deixe a pessoa ou as pessoas desamparadas mesmo que a culpa não seja só sua ,pois mais tarde isso pode trazer muitos problemas pra você ,além da culpa.
Uma boa dica é sempre ter um kit de primeiros socorros no carro ,até porque a vitima um dia pode ser você. Ninguém precisa dizer isso tem que vir de você na hora ,a sensibilidade e a  compreensão ,manter a calma é essencial .Nesse momento não haja por impulso.
As medidas de primeiros socorros como respiração boca-boca,e vários outras medidas ,exigem treinamento, faça apenas se for necessário ,pergunte se a pessoa esta com dor ,se existe algo que a incomoda e mexa nela o mínimo possível  ,espere o socorro.
Aqui estão alguns telefones úteis que você tem que ter:
*Resgate de corpo de bombeiros : 193

*SAMU (serviço de atendimento móvel de urgência ): 192
                                                                 
*Policia Militar : 190                                                                                                                                                    
Se você tiver a curiosidade de ler tudo sobre primeiros socorros no trânsito :
http://www.anfavea.com.br/documentos/capitulo5seguranca.pdf
Boa sorte e lembre-se de sempre se prevenir.
 Mariana Do Nascimento- 8º ano T1

ATENÇÃO!

A Gazeta estará no SEBCOC Vila Velha, amanha, domingo, 20 de novembro, ás 16:10, peço para todos comparecerem, vamos gravar uma matéria sobre o projeto, avisem a todos que puderem, agradecemos, não precisa ir de uniforme, mas vai com uma roupa formal, e nada de chinelos pessoal!

O uso de caderinha!


O trânsito ainda é uma das principais causas de acidentes envolvendo crianças. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2009, 792 crianças de até 9 anos de idade foram atendidas pelos serviços de emergências vítimas de acidentes de trânsito no Brasil. Em 2008, foram registradas 1.006 mortes na mesma faixa etária. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso de cadeirinhas diminui em até 70% o número de vítimas em acidentes de trânsito. No último dia 1° de setembro, a obrigatoriedade da cadeirinha para o transporte de crianças de até sete anos e meio completou um ano.
De acordo com a Resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os recém-nascidos de até um ano de idade devem ser transportados no bebê-conforto, de um a quatro anos, em cadeirinhas, de quatro a sete anos e meio, em assentos de elevação (booster). O uso somente do cinto de segurança (sem outros equipamentos) está liberado a partir dos 7 anos e meio. A criança deve ter, no mínimo, 1,45 m de altura. Até os 10 anos, as crianças devem ir sempre no banco de trás.
Para a coordenadora nacional da Ong Criança Segura, Alessandra Françóia, é necessária uma mudança de comportamento. “Deve existir interesse público e político para esta redução de mortes. Todos sabem que é obrigatório, mas ainda há uma resistência.”
A multa por descumprimento é R$ 191,54, e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As vans e peruas escolares estão dispensadas da lei. “Essa é a única forma segura de transportar a criança dentro do veículo. Em qualquer situação, a criança deve utilizar a cadeirinha de segurança adequada para o seu tamanho, seja no transporte escolar ou táxi”, completa Françóia.
Fonte: Portal do Trânsito .

Depoimento!

Meu nome é Nathália Rodrigues Miranda, eu tenho 13 anos. Minha mãe faleceu quando eu tinha 9 anos
em um acidente de trânsito com 42 anos. Ela foi atropelada e eu vi tudo. Ela saiu do carro e foi comprar
um remédio para a minha irmã. Ela estava no acostamento e ficou completamente paralizada enquanto o
caminhão se aproximava. Eu só escutei o barulho do vidro estilhaçando . Tudo era muito confuso. E o que
mais me dói é que ela poderia estar com a minha irmã no colo. O motorista prestou socorro e ela foi pro
hospital. No dia seguinte meu pai, minha prima e minha tia vieram até mim e disseram que minha mãe
tinha morrido, que ela não havia sido forte o suficiente e me perguntaram se eu queria ir no funeral, eu
aceitei. Lá tinha muita gente, toda a família e tinha também vários amigos e colegas de trabalho da minha
mãe, a maioria eu não conhecia. Até hoje não sei ao certo como nem quando ela morreu, não quiserem me
contar. E eu realmente espero que essa campanha traga a paz no trânsito.
Nota da entrevistadora: Nath, se a sua mãe não foi forte o bastante, você foi forte pelas duas. Você
suportou a perda da sua mãe na época em que mais precisava dela. Você usa até hoje um colar em forma
de coração com a foto da sua mãe, para que ela esteja com você. E ela sempre esteve e sempre estará,
para admirar a garota incrível que você se tornou mesmo sem a presença física dela. Saiba que sua mãe
não se foi por culpa dela, foi um...” acidente”. Não, não foi um acidente, porque não podemos chamar de
acidente algo que poderia ter sido evitado.
Quando eu perguntei para Nathália como ela se sentia sobre tudo isso, ela apenas me entregou esse
poema:
Amada por muitos
Quase um milagre
Logo, tantos aflitos
Já do ventre o sentimento dominava
Era o mais forte
Com o passar dos anos continuava
Indo até sua morte
Nunca desistiu de lutar
Batalhadora a define
Se dispôs a me amar
Que um anjo a ilumine
A saudade bate no peito
E então enlouquce
Mas eu aceito, não tem jeito
Porque isso acontece
Nathália Rodrigues Miranda- 8º ano T1

Conecte!

Conecte ao Viva La Vida, divulgue essa imagem para todos os lugares que puder, es só para deixar bem claro e avisado o evento acontecerá dia 25/11 no SEBCOC Vila Velha, ás 11:00, contamos com a presença de todos!

Aumento de acidentes com vítimas no Brasil!


Assistindo o Jornal da Globo, ví uma reportagem muito interessante que mostrava alguns dados sobre o índice de acidentes no trânsito.
Se pararmos para pensar em todas as reportagens que vemos no nosso dia a dia, o número de acidentes e mortes são assustadoras.
Nos últimos anos, a mistura perigosa de álcool e direção tem provocado várias tragédias Brasil afora. Uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira (04/11/11) pelo Ministério da Saúde mostra que o brasileiro está morrendo cada vez mais em acidentes de trânsito. No ano passado foram mais de 40 mil mortes. Em nove anos, o aumento foi de 24%.
Em todo Brasil, no ano passado, os gastos com internações de vítimas de acidentes de trânsito foram de R$ 187 milhões. Com esse valor, seria possível construir e manter 130 postos de saúde funcionando 24 horas. Isso tudo por causa da imprudência que cresce a cada dia em todas as regiões do Brasil.
Os registros de morte envolvendo motos são ainda mais alarmantes. Na região Sudeste tiveram um aumento de mais de 200%. No ano passado foram quase três mil mortes.
Neste ano, de Janeiro a Junho, 72 mil pessoas foram internadas depois de sofreram acidentes de trânsito. Desse total, 35 mil estavam em motocicletas.
Em todo o Brasil, Minas, Rio e Santa Catarina foram os únicos estados que tiveram redução no índice de mortes no trânsito entre 2009 e 2010. Segundo a pesquisa do Ministério da Saúde. O que explica isso é principalmente a eficácia da Lei Seca.  Essa eficáfia tornou-se presente APENAS nesses três. Isso não atinge os objetivos que o governo diz ter, pois era para ocorrer mudanças significantes em todos os estados no qual a lei seca foi implantada. Todos os problemas relacionadas ao trânsito podem se resolver da maneira mais rápida e silenciosa possível: Com fianças ou outros métodos, como eu já havia citado na postagem anterior.
Para reduzirmos o número de óbitos é fundamental que se aperte a fiscalização da Lei Seca em TODAS as regiões, se impeça de quem está alcoolizado de dirigir, se aperte e a fiscalização de capacetes e uso de equipamentos de segurança por motociclistas, sobretudo que se aperte a fiscalização sobre o controle de velocidade de carros e motos.
 
Jéssica Freire Pereira- 8º ano T1

Destino!

  
"Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu.
 Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e de arrancar o que se plantou;
Há tempo de adoecer, e tempo de curar; tempo de derrubar, e de edificar
Há tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e de dançar;
Há tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntá-las; tempo de abraçar, e de abster-se de abraçar;
Há tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de jogar fora;
Há tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;
Há tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz."



Não devemos antecipar esse tempo! Se você dirige com responsabilidade, poderá estar mudando o futuro de uma forma trágica e que talvez normalmente não devesse acontecer com aquela pessoa. Ex: Se a sua falta de responsabilidade causar um acidente grave no trânsito e fazer com que uma pessoa fique tetraplégica! Talvez ficar tetraplégica não fizesse parte do destino daquela pessoa. E se acontecer o pior: Você TIRAR a vida dessa pessoa! Você irá adiantar muuito tempo.
Todos tem direito de viver o tempo que está escrito no seu destino!
Não pense que a sua falta de responsabilidade, modifica apenas o destino dos outros, mas outros também podem mudar o SEU destino!
É por isso que devemos colocar a mão na consciência, TODOS NÓS, para que possamos viver o nosso tempo direito! Um simples ato de desrespeitar o trânsito pode mudar muitos destinos. PENSE NISSO!

Danielle Santos Sobral Pinto- 8º ano T1

O Evento!

No dia 25 de novembro estaremos fazendo o evento no colégio SEBCOC de Vila Velha, ás 11:30, estaremos divulgando o trabalho nas ruas, para que possamos por em prática o que aprendemos em sala de aula com o professor de matemática Alessandro, realizador do projeto Viva La Vida, contamos com a presença de todos os pais, amigos, familiares, enfim todos, agradecemos a colaboração de tantos, para que esse grande evento pudesse ser concluido. Não pararemos por ai, continuaremos com nosso projeto para toda vida, assim esperamos! Contamos com a SUA presença!
Maria Vitória Rodrigues- 8° ano M3

Depoimento!

Hoje vi um vídeo que me comoveu, era de um menino jogando um joguinho de carro, onde tentando ganhar a corrida acelerou e capotou com a moto, chamou seu irmão mais velho para jogar com ele, seu irmão com lágrimas nos olhos foi chegando perto dele com sua cadeira de rodas, com uma memória na cabeça que este fora o motivo de ter ficado condenado a passar a vida inteira em uma cadeira de rodas, p jogo o fez lembrar de um acidente que ele havia sofrido, que podia ter sido fatal e levado sua vida, mas levou sua capacidade de andar. O que mais me chamou atenção neste vídeo é um fato que muitas pessoas não percebem...Na hora que estão dirigindo em alta velocidade ou sobre o efeito de álcool acham que tudo é legal, mas só percebem o mal que isso pode causar depois que acabam perdendo a vida ou alguém que amam muito. Incrível como algumas pessoas só percebem o mal que isso pode causar depois de sofrer alguma sequela ou pior, alguma dor de perda. Por isso abracem a causa, não seja imprudente e corrija quem é. Se muitas pessoas se conscientizassem sobre imprudência no trânsito e o mal que isso pode causar na vida delas mesmas ou de outras pessoas não haveriam tantas mortes e perdas desnecessárias.
Gabriela Bertolani- 8º ano T1

Colaborador: Lider!

Queremos agradecer ao mais novo parceiro do projeto Viva La Vida. Uma empresa "Lider" no mercado, que contribui com um trânsito melhor e mais seguro! Obrigado.

Professor Alessandro Sylvestre

Leis que ajudam e atrapalham!


Atualmente, podemos perceber o número de acidentes causados por inconsequentes embriagados. O que é mais triste é que muitas vezes eles marcam negativamente a vida das famílias e depois saem com a tal fiança. Acontece que a fiança pode livrar aquele que errou da penalidade que merecia receber, mas faz com que essas famílias tenham a sua dor  triplicada em saber que isso ocorreu com eles e poderá também ocorrer com outras famílias.
Ninguém é obrigado a fazer o bafômetro, quase todo erro pode ser solucionado com a fiança... Esses são erros das leis que acabam defendendo aqueles que cometeram algum crime e não cumpriram a devida pena. É o suficiente para livrá-los da cadeia ou qualquer outro serviço voluntário e mostrarem a todos que "errar é humano e com dinheiro se compra tudo". Porém, todos nós  sabemos que errar é humano, mas a partir do momento que  o cidadão bebe e vai dirigir não é mais um erro comum, muito menos um acidente. Há uma grande divulgação em todos os meios de comunicação disponíveis (internet, TV, rádio, etc.) a respeito de diversos temas, principalmente a  importância da educação e da prudência no trânsito. Por isso, todos que fazem parte do trânsito estão bem informados quanto a isso. Toda criança já ouviu aquela frase: "Se beber, não dirija!". Porque os motoristas não são capazes de entendê-las e por em prática esse ato que diminuiria consideravelmente o número de mortes ou acidentes por ano?
Infelizmente temos um conjunto de leis que, ao  mesmo  tempo  que  tem como objetivo penalizar aqueles que não possuem “regras”, acabam tendo a solução para cada tipo de infração cometida pelos condutores. Isso atrapalha muito no progresso do nosso país, de tal forma que podemos perceber o aumento dos acidentes, que ocorrem  praticamente todos os dias em várias rodovias do Brasil. Dessa forma, torna-se muito mais difícil alcançarmos o nosso objetivo, que é melhorar as condições no trânsito, adotando a prudência em todos os casos.
Não adianta acabar com a fiança se a lei seca não é aplicada devidamente. Não adianta mudar radicalmente a lei seca se tudo se resolve com uma fiança.
Jéssica Freire Pereira – 8° ano T1

DIRIGIR SOB CHUVA FORTE - DICA

COMO DIRIGIR SOB CHUVA FORTE


> *Interessantissimo. *


> Parece um conselho bastante útil. *


> Como conseguir boa visão ao dirigir sob chuva forte. *


> Não se sabe o motivo, mas funciona muito bem quando chove muito. *


> É sugestão de um policial que experimentou e confirmou. Também é
 útil em condução noturna. *


> Nós, motoristas ligamos os limpadores de parabrisas em
 velocidade rápida ou máxima durante chuvas pesadas, mas a
 visibilidade ainda é bastante ruim. *


> Se você enfrentar tal situação, ponha óculos de sol (qualquer
modelo serve). *


> Parece um milagre! *


> De repente, a visibilidade fica perfeita, como se não estivesse
 chovendo. *


> Assim, mantenha sempre um par de óculos de sol no porta-luvas do
carro para ter boa visão em caso de chuva. *


> Você também pode salvar a vida de alguém, repassando essa
 informação a ele/ela. *


> Experimente! É incrível! *


> Você ainda verá as gotas no pára-brisa, mas não a lâmina de chuva. *


> Você poderá ver onde a chuva salta para fora da estrada e os
 respingos dos pneus do carro à sua frente. *


> Esta pequena dica deveria ser incluída na formação do motorista. *


> *É excelente!!!!!*

Enquete!

Do lado esquerdo do nosso blog, está a nossa enquete, para você, cidadão, votar em como deve ser a educação do nosso trânsito colabore conosco, você não perde tempo e é só "clicar" em sim, não ou nem sempre! Contamos com você! Acidentes podem ser evitados!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3 

Por um trânsito melhor!


Recomendações:* Preferir sempre viajar de dia. É mais seguro.

* Evitar conduzir em condições de baixa visibilidade.

* Revisar o veículo antes de viajar. Verificar itens de segurança como: freio, óleo, faróis, lanterna, cinto de segurança, alinhamento, balanceamento e pneus.

* Consultar o Guia Rodoviário.

* Redobre a atenção ao volante. Evite se distrair com músicas ou conversas.

* Mantenha a calma, mesmo em situações difíceis.

* Planejar itinerários, bem como paradas para estacionamento e descanso.

* Informar-se das condições locais, principalmente em feriados.

* Não descuidar da sinalização.

* Aos primeiros sinais de cansaço, parar em lugar seguro para relaxar.

* Não parar na pista.

* Não transitar no acostamento.

* Parar no acostamento somente em emergências.

* Manter velocidade compatível com o fluxo geral dos veículos.

* Verificar os instrumentos do painel a intervalos regulares.

* A qualquer indicação de mau funcionamento, não seguir em frente. Parar imediatamente para verificar.

* Nos declives acentuados ou longos, jamais descer desengrenado. Usar sempre freio motor, utilizando para descer a mesma marcha que usaria para subir.

* Seguir todos os demais procedimentos da Direção ou Pilotagem Defensiva.

Fonte : Portal do Trânsito .

1000 pegeviews!

Queremos agradecer a todos que têm contribuído com nosso projeto, hoje tivemos mais 1000 visitas em praticamente 2 semanas! Parabéns turma e continuem assim!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3 

Motociclistas!

Ai está uma mensagem aos motociclistas, que muitas vezes são imprudentes no trânsito, não usando capacete, andando descalço, de chinelo, salto, podendo atrapalhar na direção da moto! Um acidente pode ser muito grave, deixando sequelas, difíceis de curar, ou até impossíveis! Então ai vai um recado: Cuidado, acima de tudo, sua vida pode não ser levada, mas a de muitos outros inocentes, podem ser tiradas por uma "simples" imprudência!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Uma triste história- Sabrina!


No começo, era só uma pequena brincadeira. Até naquela hora.
O dia estava quente, e como todo dia quente de férias, convidei Sabrina para ir à praia comigo. Mas claro, ela teria que ir com o namorado. Era sempre assim. Aonde Sabrina ia, Will ia atrás sem dúvida alguma. Só que o pior que eu não gostava de Will. E também sabia que Will não gostava de Sabrina, mas a mesma era apaixonada por ele. Peguei meu carro, indo em direção a casa de Sabrina com um sorriso, e para minha infelicidade, Will estava junto com ela. Meu sorriso se desfez completamente. Ela entrou me cumprimentando e sorri fazendo o mesmo. Will entrou no banco da frente e acenou com a cabeça e eu ignorei. Mandei educadamente Sabrina colocar o cinto, mas vamos dizer que não fiz o mesmo com Will.
Quando estacionei, vi Sabrina saindo que nem um jato do carro e correndo para a galera. Will que não teve nem um pouco de delicadeza quase arrebentou a porta do meu carro. Sai e falei para Bella - sim, meu carro tem um nome - para não ligar para o brutamonte que era o Will. Cheguei perto da galera e sorri cumprimentando.
A volta foi a mais difícil. Will queria dirigir meu carro embriagado, mas é claro que eu não deixei. Bom... Até Sabrina pedir de joelhos para que ele dirigisse só um pouquinho acabei aceitando. Só que eu não sabia exatamente o iria acontecer.
Quando eu vi, meu carro estava capotando na Rodovia do Sol, e eu me sentia moído. E a última coisa que eu vi, foram os olhos verdes de Sabrina em mim. E depois só escuridão.
Acordei praticamente três dias depois. Dona Marina, mãe de Sabrina sorriu confortante pra mim. Eu poderia a chamar de segunda mãe, porque ela sempre cuidou de mim. Eu achei estranho ela não estar com Sabrina. E ela me contou o motivo. Sabrina falecera três horas antes de eu acordar. E é por isso que eu sou quem eu sou hoje. Eu não poderia falar um adeus para minha melhor amiga, porque o idiota do namorado dela estava dirigindo embriagado nas rodovias. E agora, eu estou aqui. Tentando salvar vidas, para que não haja pessoas que tiveram o mesmo fim de Sabrina. Minha melhor amiga.

Letícia Nardy- 9º ano T1
Obs: A história é baseado em fatos reais!

Mensagem: Professor Alessandro!

Meus queridos alunos...Fico muito feliz e emocionado em ver como abraçaram a causa, estamos lutando por vidas e todos somos responsáveis por um futuro melhor no trânsito, queremos paz, queremos justiça, queremos nosso direito de ir e vir, direito de voltar para nossas casas depois de uma jornada cansativa no trabalho, queremos todos reunidos no natal, não queremos sentir saudades e dor por um parente que se foi por causa de imprudência de pessoas irresponsáveis, em fim...Queremos paz. Parabéns meus queridos, por realizarem um sonho, pois sonho que sonha junto, vira realidade, e o 'Viva La Vida' é uma realidade.
Alessandro Sylvestre- Professor de matemática  


Usar celular no carro? Olha que pode acontecer!

Essa é uma triste realidade, as pessoas não percebem que o celular tira totalmente sua atenção no trânsito, é proibido, mas as pessoas insistem em usa-lo, vamos parar com essa prática ridícula, vamos colaborar com um trânsito melhor! Não usem celular no trânsito!
Rayane Cremasco- 8º ano M3

Twitter!

A mais nova rede social que o nosso projeto está participando é o: Twitter! O nosso twitter foi criado pela aluna Luiza Barbi- 8º ano M3, e tem a minha participação para ajuda-la!
Entre, siga e divulgue o nosso projeto, assim podemos salvar tantas vidas, e evitar tantos acidentes, ajude-nos!
 
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Faixa de pedestres!

Está ai mais uma campanha do Detran-ES! Mostrando a importância da faixa de pedestres, respeitem ela, e atravessem nela, pela nossa vida!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Dê preferência a vida!


É alarmante em nosso país o número de acidentes e mortes no trânsito, que ocorrem diariamente, e a grande maioria deles é causada pela imprudência de alguém. Em conseqüência desses acidentes muitas vidas são ceifadas prematuramente, e muitas pessoas ficam com marcas permanentes ou até alguma deficiência física para o resto de suas vidas.

Alguma coisa precisa ser feita pelas autoridades de trânsito competentes para modificar esta triste realidade na qual vivemos, principalmente pela intensificação de campanhas de orientação, o que nós, alunos do Colégio COC de Vila Velha estamos fazendo, usando os principais meios de comunicação disponíveis e buscando dar uma enorme dimensão em nosso projeto. Porém estas orientações precisam ser direcionadas para todas as pessoas que transitam pelas ruas e rodovias diariamente, tem que alcançar tanto os condutores de veículos automotores como os ciclistas e pedestres.

Para ilustrar citamos alguns atos de imprudência que são observados diariamente: pedestres que atravessam as ruas fora das faixas de pedestre ou sem olhar para os lados, ciclistas que andam lado a lado invadindo as pistas centrais das ruas e rodovias, motociclistas que fazem ultrapassagens arriscadas e trafegam praticamente colados ao veículo de sua frente, alguns condutores de veículos que não respeitam sinais de trânsito e nem faixas para pedestres, outros condutores que ligam aparelhos de som a todo volume e saem cortando a frente de todos só para mostrarem que tem uma "máquina potente", outros que atendem o seu celular bem tranqüilos somente com uma mão no volante.

Esta desgraça e quase calamidade do trânsito pode ser modificada, se cada pessoa envolvida com o problema passe a se preocupar em respeitar as normas existentes e o próprio semelhante e adotar como norma de conduta permanente, a "prudência" em cada passo de suas vidas. Isso só depende de nós!

Deste modo, acredita-se que se todas as pessoas que saírem a rua diariamente se preocuparem realmente com a sua segurança e com a "prudência" que deverá ser adotada em todos os seus atos e ações, certamente com esta preocupação permanente o número de acidentes e as conseqüentes perdas de preciosas vidas humanas se reduzirão consideravelmente.

Jéssica Freire Pereira - 8° ano T1

Patrocínio! Importante!

Estamos à procura de patrocínio para nosso projeto, para gastarmos com material, a nossa camisa, e muito mais! Quem puder ajudar, favor entrar em contato com o email: mariavitoriarodriguessilva@gmail.com! Agradecemos desde sempre a ajuda de todos os pais, alunos, e todos os envolvidos nesse projeto que levaremos para toda a vida!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Facebook!

A aluna Mylena Klein do 8º ano M3 criou a página do nosso projeto vivalavida-transito no face! Agora você pode acompanhar-nos nas redes sociais, como o facebook! Curta a página  e fique por dentro!

Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Show de irregularidades!

Mais um vídeo do Detran está ai! Curtam a campanha de irregularidades e vejam os lances polêmicos do trânsito!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Gentileza gera gentileza!

Parabéns ao agente de trânsito, que tem tratado todos com bastante gentileza e delicadeza, assim transformando o trânsito em um lugar de paz e segurança! Assista o vídeo e veja um exemplo de pessoa boa de verdade!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Boa tarde!

O vídeo é uma parte do Jornal Nacional que fala sobre as imprudências no trânsito, e algumas outras notícias! O Jornal mostrou os dados dos acidentes de trânsito nas estradas do estado de Minas Gerais, devido a chuva, então #ficaadica cuidado ao dirigir na chuva, e não beba, você não precisa por sua vida e a de muitos inocentes em risco por causa de um copo de álcool! Prudência e boa tarde para todos!
Maria Vitória Rodrigues- 8º ano M3

Logomarca - Trânsito


8º ano M2 - Gabriel Amorim

 

Trabalho de trânsito!

video
8º ano M1

Trabalho do trânsito- Jacqueline

                                                                      8º ano  M1

Rap- Trânsito

Ae! Se liga irmão!
No que eu vou falar!
Preste atenção!
E depois não vai chorar!
Porque eu te avisei!
Porque eu te falei!
Mas você foi arriscar!
Vacilão!
Bebeu pegou o carro e saiu
E ainda pensou que ninguém viu
E levava um monte de amigo
Um monte de irmão
Olha... Essa situação
E teu mano te passou o recado...
Koe! Avança não vem carro do outro lado
Ele olhou, mas num viu
Avançou!
Bateu!
BUM!
Seu parceiro morreu!
Depois foi assinar
O 121
Você sabe o que fez!
Eu te avisei
Mas quis sofrer
Agora aguenta perder!
Vitor souza e Maria Vitória Rodrigues - 8º ano M3

Depoimento do Lucas Santos!

"Numa noite de sexta-feira, depois de sair do shopping fui à casa de meus tios, e lá passei parte da noite. Por volta de meia-noite e meia, passando pelo cruzamento da avenida Hugo Musso, olho para meu lado e vejo um carro em alta velocidade se aproximando de nós. Não vi quando aconteceu o impacto, foi tão rápido que quando percebi ja estava caído no meio do carro. Depois de sair percebi que havia além da mulher que estava dirigindo, mais duas pessoas e uma criança dentro do carro. Isso mostra a imprudência de algumas pessoas ao dirigir, e nosso objetivo é conscientizar e vocês, e também a nós mesmos, de que devemos respeitar as leis de trânsito, as pessoas que por ele passam, mas acima de tudo devemos respeitar a nós. Convidamos vocês a participarem do projeto 'Viva La Vida'!"
Lucas Santos Alves - 8º ano M3

Depoimento do João Victor Dias!

"O professor Alessandro começou a falar sobre o projeto de trânsito, mas não me interessei e iria fazer porque estava dentro do conteúdo do 3º bimestre (estatística, e o professor queria mostrar no dia a dia a aplicação da matéria, com o trânsito). Sábado, 08 de outubro de 2011, viajei com meu amigo e os pais dele, para Minas Gerais. Faltando 1 km. para chegarmos, uma carreta ultrapassou no lugar errado, com reflexo o pai do meu amigo desviou rapidamente, e ocorreu uma leve batida no lado onde estava sentado, o susto foi grande, nesse momento eu percebi como o projeto é importante, e agradeço ao professor Alessandro por me mostrar a importância do respeito e cuidado no trânsito! Agora vou me dedicar de todo coração ao projeto!"
Pequenos atos podem salvar vidas!                                                       João Victor Dias Nascimento- 8º ano M3
Esse é um trabalho sobre o trânsito feito pelos alunos do 8º Ano M2, é uma forma divertida e engraçada de falar sobre um assunto difícil que é o trânsito, aperte o play e prepare-se para rir!

Trabalho por: Renato oliveira; Lucas Barbosa; Nathan Henriques; Iago Mozer; Gabriel Amorim; João Gabriel; Pedro Henrique; Caicke Carvalho; Victor e Pietro!

                      Maria Vitória Rodrigues - 8º Ano M3

Sejam bem vindos! *-*

Como já foi dito esse é mais um projeto do professor Alessandro de matemática do colégio SEB COC Vila Velha- Es, todos os alunos dos 8º anos do Coc estão super envolvidos com o projeto, postaremos fotos, vídeos, e depoimentos feitos pelos alunos, dizendo como foi e como está sendo fazer e participar do projeto Viva La Vida! Mas por que o nome é Viva La Vida? Na verdade a ideia foi minha, pois sei que é a música favorita do professor Alessandro, do ColdPlay, e o nome é a mais pura verdade, viva a vida, não a perca tão cedo, cuidado com o trânsito, não beba, use cinto, e respeite as leis! Pé na estrada!
                               Maria Vitória Rodrigues - 8º ano M3